90 mil pessoas no FMM de Sines são "enorme sucesso"

Cerca de 90 mil pessoas passaram pela edição deste ano do Festival Músicas do Mundo (FMM), em Sines, mantendo sensivelmente os números do ano passado e cumprindo as expectativas. Para o diretor artístico, isso é sinal de "um enorme sucesso", que faz com que a câmara de Sines "pense obviamente na continuidade do festival" para o ano. Carlos Seixas faz também um "balanço muito bom" do regresso do FMM a Porto Covo, depois da ausência dos últimos anos. Para isso, destaca o "público atento e a programação cuidada" dos dias do festival que passaram pela praça Marquês de Pombal, num total de onze atuações.

(28-07-2014 18:17) »



Catarina Marcelino

Assento Parlamentar (PS)
Catarina Marcelino
(Deputada do PS eleita pelo distrito de Setúbal )

Novos cortes salariais na administração pública

A Assembleia da República votou na passada sexta-feira novos cortes salariais na Administração Pública, com os votos contra do PS e da restante oposição. Estes novos cortes devem-se ao facto do... (28-07-2014 09:27)

Álvaro Arranja

Assento Parlamentar (BE)
Álvaro Arranja
(Membro das coordenadoras distrital e concelhia de Setúbal do BE)

Professores pela escola pública

Pôr os portugueses a pagar para os seus filhos terem direito ao ensino, desacreditando a escola pública, para abrir oportunidade de bons negócios para os amigos… eis o grande objetivo da política... (25-07-2014 09:12)

Maria Rosa Pinto

Assento Parlamentar (PP)
Maria Rosa Pinto
(Presidente da CPC do CDS-PP de Palmela)

Moções vs democracia

Foi apresentada pela CDU (PCP-Verdes) de Palmela, através dos seus eleitos, na última reunião da Câmara Municipal de Palmela, de 16 de Julho uma moção pelo fim imediato da agressão Israelita ao... (24-07-2014 14:56)




Guilherme Rocha, diretor pedagógico da Escola Técnica e Profissional da Moita

“O nosso projeto educativo tem valores e princípios muito nobres”

“O nosso projeto educativo tem valores e princípios muito nobres”

“A dignidade, responsabilidade, respeito, tolerância, profissionalismo, dinamismo, motivação e competência” são valores trabalhados diariamente na Escola Técnica e Profissional da Moita e só depois vem a aprendizagem, “com formadores que estão a trabalhar na área e que estão constantemente a criar situações que reportem para aquilo que o mercado de trabalho está a exigir”. O diretor pedagógico destaca ainda “os protocolos de parceria que a escola desenvolve com entidades de referência” e que dão um “parecer sobre o que pode ser a oferta profissional fundamental”, além de acolherem alunos para a formação em contexto de trabalho. Em entrevista ao “Setúbal na Rede”, Guilherme Rocha realça que “a escola só oferece uma área profissional se tiver a capacidade ela própria ou com uma entidade parceira de produzir o bem e o serviço dessa área profissional”. É por isso que a escola possui um restaurante pedagógico e uma exploração agrícola, que permitem aos alunos “um contacto com a realidade que vão encontrar”. (26-07-2014 17:06)



Cais para pescadores no Montijo aguarda aprovação da tutela

A construção de um cais de pesca na zona ribeirinha do Montijo, na ponta do muro da “marinha do José Leite”, está dependente da aprovação de duas entidades da administração central para poder avançar. Segundo o presidente da câmara municipal, Nuno Canta, o projeto desenvolvido “há uns anos” pela autarquia foi submetido a um programa de apoio comunitário “em 2009-2010” e teve “esta semana” resposta positiva, mas a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR/LVT) e a Administração do Porto de Lisboa (APL) “estão a criar dificuldades” ao licenciamento da obra.

(25-07-2014 12:13)



PSD recusa participar na Feira de Sant’iago

O Partido Social Democrata recusa participar na Feira de Sant’iago deste ano, ao rejeitar a oferta de um stand e beneficiar de um espaço que “é pago pelos setubalenses” quando “os munícipes não podem ser sobrecarregados com taxas municipais”. Fernando Monteiro, vice-presidente da concelhia de Setúbal, defende a necessidade de se efetuar uma auditoria às despesas associadas à feira, “para uma maior transparência”, mas também pelo fato de a Associação Parque Sant’iago “ter chegado a uma situação de insolvência”.

(25-07-2014 10:09)



Francisco Canelas, diretor da Consulnear

“A consultadoria e a formação profissional andam de mão dada”

“A consultadoria e a formação profissional andam de mão dada”

“A formação profissional está ligada com a consultadoria” porque “os recursos humanos são a componente mais importante nas empresas”. A Consulnear, com sede no Pinhal Novo, trabalha em “consultadoria pura e dura”, mas também se dedica à formação profissional, “de aprendizagem, para ativos, para desempregados e para pessoas que procuram pacotes soltos, formação personalizada e à medida”. O diretor explica que a preocupação nesta área é “formar para empregar”, garantindo aos formandos “um potencial de empregabilidade elevado”. Em entrevista ao “Setúbal na Rede”, Francisco Canelas defende que um trabalho muito importante é a seleção de formandos”, pois é preciso “explicar o que são as profissões, o que é o mercado, que é excelente conseguir fazer uma coisa de que se goste mas se calhar tem que se fazer coisas de que se gosta menos mas que são essenciais para ter sucesso”. A formação na vertente de aprendizagem “tem que ser mais ligada às empresas, à prática, com empregabilidade e é isto que as pessoas andam a procura”, argumenta o diretor. (24-07-2014 22:41)



Festival Internacional de Artes de Rua não se realiza este ano

O FIAR – Festival Internacional de Artes de Rua, realizado de dois em dois anos, em Julho, no centro histórico de Palmela, não se vai realizar em 2014 e o futuro deste evento, “único em território português” é, neste momento, “uma incógnita”, informa o Centro de Artes de Rua de Palmela, em comunicado de imprensa. Em causa estão o facto de a candidatura aos apoios da Direcção-Geral das Artes (DGArtes) não ter sido aprovada e a redução do apoio atribuído pela Câmara Municipal de Palmela de 70 para 10 mil euros. (24-07-2014 10:28)





Clementina Henriques

Economia
Clementina Henriques
(Vice-presidente da CPPME)

Continuam as medidas de austeridade

Tenho inúmeras vezes, neste e noutros espaços, referido que o modelo que está a enquadrar a nossa economia está errado. Que a redução da procura, decorrente da diminuição do poder de compra, do... (28-07-2014 09:33)

Carla Graça

Ambiente
Carla Graça
(Presidente do Núcleo Regional de Setúbal da Quercus)

A Reserva Natural do Estuário do Tejo 38 anos depois

No dia 19 de Julho, comemorou-se o 38º aniversário da criação da Reserva Natural do Estuário do Tejo (RNET). A Quercus faz uma retrospectiva do que foi feito de positivo e negativo nesta Área... (24-07-2014 09:13)

Eugénio Fonseca

Sociedade
Eugénio Fonseca
(Presidente da Cáritas Diocesana de Setúbal e da Cáritas Portuguesa)

“Pregões de Esperança” – um antídoto para este tempo

Foi reeditado, no passado dia 16 deste mês, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal, um livro com textos que têm vindo a ser escritos por D. Manuel Martins, primeiro Bispo de Setúbal. Foi uma... (28-07-2014 09:29)




Estuário do Sado tem elevados padrões de qualidade -24-07-2014 10:22

Central a carvão de Sines entre as mais poluentes da Europa -24-07-2014 10:16

Helena Álvaro, diretora da Escola Profissional de Setúbal
“Não nos podemos dar ao luxo de desperdiçar investimentos” -23-07-2014 23:01

PS Barreiro mantém confiança no vereador Luís Ferreira -23-07-2014 17:48

Câmaras com dívidas proibidas de usar dinheiro com outros fins -23-07-2014 17:40

Municípios do distrito devem 430 milhões de euros -23-07-2014 17:06

Amália Rebolo Marques, docente do ISEIT do Piaget de Almada
“A educação física tem um papel fundamental” -22-07-2014 19:27