> Notícias > Novo centro comercial inicia expansão de Setúbal para nascente
Share |
Enviar a um(a) amigo(a)E-mail      ImprimirImprimir      FavoritosFavoritos      Adicionar comentárioComentários

Novo centro comercial inicia expansão de Setúbal para nascente


Novo centro comercial inicia expansão de Setúbal para nascente

O início da construção do Fórum Setúbal em Maio ou Junho deste ano deverá dar o pontapé de saída para a expansão da cidade para nascente, colocando assim um verdadeiro ponto final no “complicado e arrastado processo do plano de pormenor do Vale da Rosa, parado actualmente devido à crise no sector imobiliário”. Apesar do entrave, que tem impedido a concretização dos vários projectos imobiliários projectados para aquela zona da cidade, Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, garante que o empreendimento comercial, que resulta de um investimento de 110 milhões de euros da multinacional holandesa Multi Development, vai “contribuir para que a cidade deixe de ser um dormitório de Lisboa, reforçando simultaneamente a auto-estima da população”.


Com data de inauguração prevista para o segundo trimestre de 2013, o Fórum Setúbal deverá criar perto de 2 mil novos postos de trabalho, dos quais 1300 directos residentes e 700 indirectos flutuantes. Perante os números daquele que será o maior investimento feito no concelho nos próximos 3 anos, a presidente da autarquia afirma que o Fórum Setúbal se insere na estratégia do actual executivo “em reposicionar a cidade como pólo regional no contexto da Área Metropolitana de Lisboa”. “É necessário que a cidade afirme também a sua competitividade territorial como plataforma portuária, logística e empresarial, na área da investigação e desenvolvimento, com a criação de um parque de ciência e tecnologia, e na área industrial, através da dinamização da Mitrena”, reitera.

 

Maria das Dores Meira garante que o investimento “não se trata apenas de mais um centro comercial”, sustentando assim que este terá “grandes efeitos multiplicadores no território, fixando as pessoas na região”. Com o nascimento do Fórum Setúbal na zona do Vale da Rosa, também a Estrada Nacional 10, entre a zona do Monte Belo e o nó do Alto da Guerra, sofrerá profundas alterações, passando a ter, a partir de 2013, características urbanas, com passeios, estacionamento e iluminação pública adequados, ciclovia, para além da remodelação de todas as redes de abastecimento de água, de drenagem de águas residuais e pluviais, de alta média e baixa tensão.

 

Essa empreitada, que decorrerá paralelamente à construção do Fórum Setúbal, está orçada em 8 milhões de euros. O investimento será suportado na totalidade pela autarquia setubalense que vai redireccionar as receitas provenientes das taxas urbanísticas para este projecto. “Este conjunto de projectos, determinantes para a requalificação desta zona da cidade, são de uma grande complexidade técnica”, afirma Maria das Dores Meira, que garante que o investimento para ali previsto não asfixiará o comércio tradicional do centro histórico de Setúbal. A presidente da câmara municipal considera, deste modo, que o Fórum Setúbal ajudará a trazer pessoas ao centro da cidade, “gerando-se uma dinâmica com proveitos frutuosos para toda a gente”.

 

A mesma posição é partilhada por Paulo Sarmento, Commercial Director Southern Europe da Multi Development, que acrescenta que os próprios comerciantes “poderão estabelecer-se no centro comercial, com mais-valias, caso decidam manter a sua loja na zona histórica da cidade”. O representante da Multi Development garante que o investimento “faz sentido, mesmo em tempos de crise, tendo em conta todo o potencial de pessoas do concelho de Setúbal e de fora dele que o projecto pode conseguir”. Apesar do interesse em investir na cidade existir oficialmente desde 1998, tal como refere Benno van Veggel, Managing Director Southern Europe da Multi Development, as conversações intensas com a autarquia começaram em 2003, altura em que terá ficado decidida a localização do Fórum Setúbal no vale da Rosa.

 

Fórum Setúbal - 3DO novo centro comercial, que tem uma área bruta locável de 44 mil metros quadrados, inferior à área do Almada Fórum, mas superior à do Fórum Montijo, contará com 110 lojas distribuídas ao longo de dois pisos. O investimento contará ainda com um hipermercado Continente, de 12250 metros quadrados, lojas da Worten, Modalfa, Zara, Fnac e Primark, entre outras, uma praça de alimentação com 22 restaurantes e seis salas de cinema localizadas no terceiro piso. Cerca de 64 por cento da área do Fórum Setúbal já está comercializada. O centro comercial vai oferecer 2160 lugares de estacionamento, 1800 dos quais distribuídos ao longo dos dois pisos subterrâneos.

 

O projecto do novo fórum foi desenvolvido pela T+T Design, em conjunto com a Broadway Malyan, e caracteriza-se por uma arquitectura contemporânea, com uma imagem de onde predomina um conjunto de materiais, como pedra, reboco, vidro, painéis de betão e chapa metálica. A Multi Development espera que 9 milhões de pessoas visitem o Fórum Setúbal durante o primeiro ano de funcionamento, gerando uma facturação global na ordem dos 140 milhões de euros. O Fórum Setúbal será o 14.º projecto da Multi Development em Portugal, que se prepara, ainda em 2010, para inaugurar o Fórum Sintra e iniciar a expansão do Fórum Algarve, em Faro.


Bruno Cardoso - 25-01-2011 16:31

Share |
Enviar a um(a) amigo(a)E-mail      ImprimirImprimir      FavoritosFavoritos      Adicionar comentárioComentários

Veja também...

Administração e trabalhadores da Autoeuropa chegam a pré-acordo

Enfermeiros contra imposições do Garcia de Orta

ETAR de Alvalade aumenta qualidade de vida da população

JS quer aumento de carreiras nas áreas rurais do Montijo

Associação de Santo André repara escola Padre António Macedo