> Notícias > Festas de Tróia realizam-se no próximo fim de semana
Share |
Enviar a um(a) amigo(a)E-mail      ImprimirImprimir      FavoritosFavoritos      Adicionar comentárioComentários

Com raízes entre os pescadores de Setúbal

Festas de Tróia realizam-se no próximo fim de semana


As centenárias comemorações do dia dedicado a Nossa Senhora do Rosário de Tróia voltam a repetir-se no próximo fim de semana e a levar centenas de pessoas à zona da Caldeira, na península de Tróia, onde há décadas foi erguida uma capela em homenagem à santa padroeira dos pescadores de Setúbal. Promovidas há mais de cem anos, pela comunidade de pescadores de Setúbal, Comporta e Carvalhal, as festas de Tróia chegaram ao fim dos século XX pela mão de um grupo de pescadores de Setúbal que teimou em não deixar cair a tradição.


Armando Oliveira, presidente da Comissão de Festas da Nossa Senhora de Tróia, está na organização "desde miúdo" e admitiu ao "Setúbal na Rede" que "não tem sido fácil porque isto exige dinheiro e disponibilidade". Terá sido por isso que, segundo este responsável, "as festas foram quase desaparecendo nos anos 70 e 80, onde nos vimos aflitos para a mantermos como manda a tradição".

 
Entretanto os "anos de crise no distrito passaram" adianta Armando Oliveira e com eles terão ido a maior parte dos problemas desta festa tradicional. "Hoje em dia temos um grande apoio da Igreja", apesar da Paróquia de São Sebastião considerar a existência de "muitos ritos pagãos nesta festa religiosa", o que,segundo este responsável, parece não impedir a veneração que a própria Igreja devota à santa padroeira dos pescadores de Setúbal.

 
Armando Oliveira conta com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, da Câmara Municipal de Grândola "e ainda algum da Torralta que, por enquanto deixa-nos fazer ali as festas", embora já tenha avisado que "se calhar para o ano as coisas poderão ser feitas noutros moldes". Mas como "enquanto o pau vai e vem folgam as costas", os organizadores preferem não pensar de imediato "no que os novos donos da Torralta poderão fazer às nossas festas". Para já, e numa "jogada de charme", a organização convidou representantes da empresa a visitarem a Caldeira, este ano, "para verem que não tem nada de mal e que estamos só a celebrar as tradições de Setúbal, tradições que, como todos sabemos, devem ser respeitadas".

 
As Festas de Nossa Senhora do Rosário de Tróia realizam-se entre os dias 8 e 10 de Agosto, em Tróia, e envolvem um acampamento com centenas de famílias de pescadores para além da população que se associa às actividades, visto tratar-se de uma iniciativa com grandes tradições junto dos setubalenses. Durante os dias de festa, realizam-se actividades religiosas, que inclui missa na capela de Tróia e uma procissão com barcos engalanados num passeio através do rio Sado com a imagem da santa que, é mostrada aos fiéis na Doca dos Pescadores, em Setúbal. A iniciativa conta ainda com actividades lúdicas e culturais, realizadas na praia da Caldeira, actividades que contam com a realização de jogos tradicionais, música popular e mostras da gastronomia setubalense, onde a sardinha assada continua a ocupar um lugar privilegiado.


“Setúbal na Rede” - 03-08-1998 11:25

Share |
Enviar a um(a) amigo(a)E-mail      ImprimirImprimir      FavoritosFavoritos      Adicionar comentárioComentários

Veja também...

Novos aviões da TAP podem apressar aeroporto no Montijo

Quercus alerta para agressões ambientais na Arrábida

Administração de Saúde garante que Garcia de Orta tem condições

Situação do Garcia de Orta prova necessidade de novo hospital

CIMAL interpõe providência cautelar contra extinção da comarca