[ Edição Nº 51 ] – Presidente do Vitória de Setúbal já não se demite.

0

barra-4802003 Edição Nº 51,   21-Dez.98

linha-7089974

Graças ao apoio de alguns cidadãos
Presidente do Vitória já não se demite

           José Sousa e Silva, presidente da direcção do Vitória de Setúbal, anunciou em conferência de imprensa, realizada no dia 15 de Dezembro, que pretende continuar à frente dos destinos do clube até 2002, altura em que termina o mandato. Uma decisão que Sousa e Silva tinha avançado em primeira mão ao “Setúbal na Rede”, na edição anterior, já que a escassos dias da ruptura da tesouraria, surgiu um grupo de vitorianos disposto a ajudar financeiramente.

          Convicto de que, “só com o empenhamento do presidente da Câmara, foi possível arranjar soluções” para o pagamento de cerca de 300 mil contos de dívidas até ao final da época, o presidente do Vitória de Setúbal avançou que essas soluções podem passar por um empréstimo bancário avalizado pelo grupo de vitorianos que, depois com algumas reuniões com Mata Cáceres, se mostrou disponível para ajudar.

          E como os problemas imediatos do Vitória diziam respeito aos cerca de 300 mil contos de dívidas, Sousa e Silva considera que, com o apoio deste grupo de vitorianos que preferiu manter o anonimato, estão reunidas todas as condições para continuar a liderar os destinos do clube do Bonfim até ao final do mandato.

          Satisfeito com o desfecho deste caso, o presidente do Vitória adianta que a maior fatia das dívidas do clube, avaliada em mais de um milhão de contos, não constitui qualquer problema porque “está definida e calendarizada”, sendo que o seu pagamento será fito em tranches “sem problemas de maior e espaçado no tempo”.

          O presidente da Câmara de Setúbal também se considerou satisfeito com os resultados das reuniões mantidas ao longo de vários dias com os cidadãos que se disponibilizaram para ajudar o clube do Bonfim. É que, segundo Mata Cáceres, a Câmara não se pode divorciar dos problemas do Vitória de Setúbal, pelo que “estamos sempre prontos a ajudar”.
          As soluções encontradas para salvar o Vitória de Setúbal da ruptura financeira serão dadas a conhecer aos sócios na Assembleia Geral marcada para dia 29 de Dezembro, altura em que Sousa e Silva divulgará também as formas de aquisição deste empréstimo e os calendários de pagamento da dívida imediata, bem como a fórmula encontrada para proceder liquidação da maior fatia da dívida, avaliada em mais de um milhão de contos.

seta-3919610