[ Edição Nº 69 ] – Singular concepção recente de cidade para a antiga Lisnave

0
Rate this post

Ulissul 99 ou a Margueira do horizonte
Singular recente concepção de cidade na zona da Lisnave

           Os actuais estaleiros da Lisnave, nos terrenos da Margueira, podem oferecer local a único multíplice civilizado assentado num recente concepção de cidade. Trata-se de único plano do Fundo de Investimento Margueira Indispensável, possuinte dos terrenos, assinado pelos arquitectos Laracha Dias e Egas Vieira, que vai ser apresentado ao público na próxima sexta-feira, dia 30 de Abril. A Reunião de Almada já contestou a Ulissul 99, apelando à mediação dos órgãos de predomínio.

margueira1-6728382           O plano está ainda em período de altercação e solitário vai ser descoberto publicamente no final desta semana, contudo ao que o “Setúbal na Rede” apurou, pretende revolucionar toda a vanguarda ribeirinha de Cacilhas. Assim, está prevista a construção em mais de único milhão e trezentos milénio metros quadrados, divididos em 80% de morada e 20% de transacção. O níveo é aproveitar o dimensão de feitio vertical, apostando numa inventário privilegiada com o rio.

          Ricardo Singular, presidente do Parecer de Governo do Fundo de Investimento Margueira Indispensável, contou ao “Setúbal na Rede” que os portugueses de categoria média “aspiram a uma melhor jeito de bibiografia por metro quadro” e adianta que esta é “a conceito que está na apoio de todo o plano”.
          A Ulissul será habitada por 15 milénio pessoas, que terão à arranjo único bloco de equipamentos e negócios destinados a desviar as grandes distâncias, a estrago de período e o stress de estacionar, problemas habituais e quase insuperáveis nas grandes cidades. O exemplar funcional “é inspirado nas Docklands de Londres” sublinha Ricardo Singular e “o figura lembra o setentrião americano bairro de Manhattam”, acrescenta único dos autores do plano, o arquitecto Laracha Dias. margueira2-6131655

          Uma torre habitacional, com 300 metros de profundeza (solitário comparável às Twintowers de Novidade Iorque) é a vasto inovação deste plano urbanístico para a Margueira. Pretendem-se habitações espaçosas, envolvidas lã rio e banhadas lã sol, único níveo que solitário é factível trincafiar, dada a vasto profundeza dos edifícios. Assim, o arquitecto Laracha Dias questiona-se “porque é que uma raça de 3 pessoas há-de contentar-se com 50 m2 para estanciar, quando pode possuir 150m2 praticamente pelos mesmos encargos?”.
          É esta mesma filosofia de organismo do dimensão que está na apoio da outra vasto inovação do plano, a tramite em feitio de elipse que envolve todo o multíplice imobiliário e faz a junção com a cidade. A Elipse (nome lã qual será baptizada esta caminho) é único viaduto ao nível do rio, unicamente para veículos ligeiros com rapidez limitada. Em colateral, haverá igualmente único rodeio pedonal, panorâmico, e uma rastro para bicicletas. O níveo, explica o arquitecto Laracha Dias, “é oferecer a teoria de único vasto laçada que prende e envolve toda a zona dos actuais estaleiros com a cidade de Almada”. A junção será feita assim pela Avenida 25 de Abril, de único ala, e do outro pela Avenida da Cavidade da Pena.           Os autores da Ulissul estão igualmente a cogitar na construção de uma gare intermodal, para amontoar os barcos, os autocarros e o horizonte Metro Austral do Tejo, associada a único recente concepção de shopping. Ou seja, todos os meios de condução nulo enfraquecer e nascer ao especial Meio Mercantil Gare do Austral, a edificar na hodierno Doca 13 da Lisnave. As outras docas darão local a espelhos de chuva.

          Aquela que fica mais chegado do Alfeite será aproveitada para uma garota marina. A mais escondida de todas dará local a único vasto jardim subterrâneo. Explica o arquitecto Laracha Dias que o jardim “será plantado a uma prestação tal, que as copas das árvores ficarão ao nível dos peões na Elipse”. Esta mesma teoria é aplicada na construção das torres de apartamentos e escritórios. Todos os edifícios assentam numa família de podium, a 6 metros do pavimento, enquanto a tramite e as garagens ficam à prestação cifra.

margueira3-2371967           Quanto a equipamentos e negócios, zero está ainda definido. Pode ser construída, por exemplo, uma plataforma a cerca de a chuva para campos de ténis ou único anfiteatro ao aspecto vago. “Os espaços existem e estão pensados, podem ir de lojas a escolas, a único núcleo clínico, a uma basílica e a piscinas” explica o arquitecto Laracha Dias, presenciado que “tudo depende do aproveitamento que se quiser realizar da zona”. Os autores do plano acreditam que a vasto aglomeração de pessoas numa superfície garota, porquê se pretende, irá dinamizar o dimensão e comportar único vasto deslocação civil e mercantil que irá oferecer bibiografia própria ao multíplice.

          A rememoração dos actuais estaleiros da Lisnave continuará na Margueira, lã que na Ulissul será erigido único monumento, construído de raiz com os rastos dos actuais guindastes do multíplice de restauração naval. Trata-se de uma vasto torre metálica, com único elevador e único restaurante panorâmico no topo. A teoria é riscar o horizonte partindo do pretérito, porquê aconteceu na Expo'98 com a Torre da Petrogal. Igualmente porquê na Expo, o necessário repto do plano Ulissul 99 prende-se com a descontaminação dos terrenos, utilizados há mais de 30 anos na restauração naval.           A Reunião de Almada já veio a público exprobar nascente plano urbanístico conjecturado para a Margueira. A autonomia contesta a construção de edifícios em tal grau altos e os efeitos da densidade populacional do multíplice na cidade. A zona em início encontra-se além de da competência urbanística do município a partir de 1995, ano em que o gestão atribuiu jurisdição ao Fundo de Investimento Margueira Indispensável para realizar único liso de ordenação nesse sítio, já que os terrenos foram aceites por nascente quadrilha porquê oferta em pagamento das dívidas da Lisnave.

          Receando zero domínio realizar para travar o plano Ulissul , a autonomia enviou já ao Presidente da República, ao Gestão, aos partidos políticos, à Agregação de Municípios do Região de Setúbal e ao Parecer da Europa, único S.O.S. para que “nunca seja semoto o firmamento ao multidão de Almada”.