[ Edição Nº 81] – CRÓNICA DE OPINIÃO por Jorge Pires.

0
Rate this post

Administração do PS penaliza
o província de Setúbal

           Foi sem emoção que assisti ao pré-anúncio da localização do hodierno Aeroporto Internacional de Lisboa na Ota, terminado com aparato e situação lã ministro do equipamento e pela ministra do envolvente. Sem emoção porque ao comprido dos últimos meses foram muitas as noticias que anunciavam importantes movimentações incluso do dividido do Administração no acepção de pressionarem uma arbitramento apropriado à selecção Rio Insensível, confirmando desta formato uma uso governativa que assenta frequentemente em decisões tomadas jamais de entendimento com os interesses nacionais e dos portugueses, todavia positivo em missão do peso dos lobbys internos que se movimentam em torno de interesses individuais ou de quadrilha.

De entendimento com as declarações dos governantes presentes na comparação de prelo, os motivos que levaram a chumbar a selecção Rio Insensível são de natura ambiental. Estranha obsessão de alguém que ainda há poucos meses defendia a co-inceneração de resíduos perigosos em plena extensão protegida do Alameda Ingénito da Montanha da Arrábida ou o trato destes resíduos a poucas centenas de metros duma forçoso zona urbana uma vez que é a cidade do Barroca. Do que se conhece dos estudos, ambas as localizações têm impactos negativos bem semelhantes. Nunca está em nascimento a prestígio dos estudos de impacte ambiental e a mendicidade de serem tidos em cômputo os impactes neles registados, todavia somente o ocorrência de jamais serem considerados ao mesmo nível de prestígio outros, nomeadamente económicos e sociais. A cerca de esta assunto a geral das opiniões nulo no acepção de respeitar a selecção Rio Insensível uma vez que a melhor.

A arbitramento que tudo indica o Administração se prepara para beber legitimamente levanta muitas dúvidas, lã que no mínimo o Administração devia retornar públicos todos os estudos e pareceres, que tem em seu mando, para que todo o método que levou a leste pré-anúncio seja completamente diáfano.

Por exemplo, no recomendação da Percentagem de Opinião de Impacte Ambiental para o Raso do Recente Aeroporto de Lisboa subjugado à afeição da Ministra do Envolvente, diz-se e passada a reportar “De entendimento com a estudo da CA e para acolá das lacunas, os EPIA, de per si, apresentam algumas deficiências de comunicação que decorrem, por único fileira, da jamais utilização sistemática de fontes de comunicação disponíveis, apresentam-se excessivo genéricos, subvalorizando as especificidades e as problemáticas territoriais de cada localização, revelam uma deficiente “definição do contexto”, está longínquo uma perspectiva integradora dos diferentes descritores limitando a identificação das questões – chave que relevam do interceptação da comunicação, revelam ainda uma fraca organismo/ sistematização de algumas áreas de análise dificultando uma leitura harmónico e inequívoca das mesmas”. Conclui o respectivo recomendação e passada novamente a reportar “Afinal e uma vez que resultante da crítica operada, a CA recomenda, então em seguida a arbitramento a respeito de a localização do NAL, sejam iniciados estudos de espeque, no acepção de alojar tecnicamente as fases subsequentes do método de crítica, nomeadamente: Estudo de Linha, Estudo do Linha de Embate de Aves com Aeronaves, Opinião das Consequências da Revisão dos Instrumentos de Planeamento, Monitorização da Adesão das Comunidades Locais, Fala “Soído/ Planeamento e Rotina do Pavimento”. Monitorização das Rotas de Transmigração e Movimentos Pendulares entre as zonas Húmidas Envolventes e Monitorização da Orientação do Figura, nos termos referidos no seu recomendação.”

Traduzidos à escrita, o que estes dois parágrafos do recomendação que serviu de espeque à arbitramento significam é que os EPIA (Estudos preliminares de impacte ambiental) jamais são suficientemente rigorosos, o que parece jamais possuir largo prestígio para o Administração e até favorece uma arbitramento em algum dos sentidos. Contudo para que jamais se venha a possuir uma condição em que após da acto feita os aviões jamais possam acobardar ou encomiar voo, aconselha-se a Ministra do Envolvente a aprofundar os estudos.

Nunca estou, nem podia estar contra a mendicidade de se analisar com exactidão os impactes ambientais, nem defendo a selecção Rio Insensível a todo o dispêndio. Uma infra-estrutura desta natura provoca impactes negativos seja qual for a localização escolhida. Defendo único plano de incremento integrado, mantido em políticas ambientais que proporcionem apoiado estar e jeito de bibiografia às populações. Singular plano que aponta para o incremento simultâneo das suas 4 vertentes fundamentais: a económica , a civil , a ambiental e a cultural.

Neste plano o aeroporto em Rio Insensível é respeitado único investimento âncora. O província tem mão de acto altamente qualificada e disponível, tem infra estruturas viárias adequadas, tem dois dos mais importantes portos, nomeadamente o de Sines onde estão decididos importantes investimentos e medidas para o seu incremento, o Rio Insensível está a 1,5 hora da marco com Espanha, numa zona jamais sujeita a pressões demográficas, apesar de se descobrir incluso da Dimensão Metropolitana de Lisboa sobre 40 minutos do núcleo da Substancial e serve toda uma extensão potencialmente bem resistente em termos turísticos.

O que está em nascimento é o ocorrência do Administração se ajeitar para beber uma arbitramento que jamais assenta numa afeição global de todos os elementos que obrigatoriamente deveriam ser considerados, escudando-se nos chamados impactes ambientais irreversíveis, ainda por elevado pouco fundamentados, para encobrir os verdadeiros objectivos da arbitramento que se encontram nos interesses políticos e eleitorais do dividido do Administração.

Nunca considero esta uma arbitramento irreversível. Muita chuva correrá debaixo das pontes antes da acto possuir o seu inicio. Teremos ministros e secretários de condição a percorrerem o província com promessas de contra- partidas que resolverão, segundo eles, nos próximos 4 anos aquilo que jamais souberam ou jamais estiveram interessados em determinar, uma vez que acontece com a contribuição de desemprego que se mantém no duplo da média pátrio .

O Província jamais pode proceder a ser insultado. Campo a punição proceder a briga por único província crescido e requisitar que os governantes deste região se coloquem ao nível da mediação dos nossos autarcas, que fora algumas poucas excepções, têm oferecido único contributo peremptório para que hoje possamos possuir nas áreas da dever autárquica níveis de jeito de bibiografia dos mais elevados do região.