[ Edição Nº 91] – Novos comboios e novos horários na linha do Sado.

0

Remodelação na linha do Sado
CP lança novos comboios e novos horários

          No dia 22 de Setembro a CP apresentou, em Setúbal, as remodelações feitas na linha suburbana entre Barreiro e Praias do Sado. A partir desta semana entram em funcionamento novos comboios e novos horários para servirem diariamente os milhares de utentes da península.

Tratar a linha Barreiro/Sado como “uma via ferroviária suburbana” é o objectivo da CP ao apostar na reconversão deste serviço que serve cinco milhões de utentes por ano. A afirmação é do porta-voz da CP, Carlos Madeira, que adiantou ao “Setúbal na Rede” ser este investimento o primeiro a contemplar a vertente suburbana da linha que até então era gerida “numa perspectiva de médio e longo curso”.

Assim, o percurso irá ser feito por sete automotoras a diesel que, não sendo novas, irão rodar a 120 quilómetros por hora, permitindo a redução do tempo de viagem para 52 minutos e, ao mesmo tempo, “a substituição de todo o material existente” já com mais de 40 anos de serviço, adianta Carlos Madeira.

Para além disso, as carruagens poderão transportar mais utentes de uma vez, tendo em conta que dispõem de uma capacidade superior às anteriores. Os horários também foram adaptados às “reais necessidades dos utentes“, tendo em conta as horas de ponta e os períodos críticos de fim de semana, acrescenta o porta-voz da CP.

No que diz respeito aos horários, a CP garante que a partir desta semana os comboios vão fazer percursos à hora e à meia hora, nas ocasiões de maior fluxo de utentes, durante a semana, e de hora em hora nos fins de semana, com o reforço aos sábados entre as seis e as nove horas da manhã.

As alterações feitas no serviço ferroviário entre Barreiro e Setúbal surgem depois de mais de um ano de reivindicações apresentadas pela Comissão de Utentes que exigia a alteração dos horários de circulação e a substituição das carruagens. Do ponto de vista da empresa, estes investimentos são apenas “um primeiro passo” para a modernização da linha, uma vez que segundo conta Carlos Madeira, o próximo objectivo é instalar a linha dupla e electrificá-la.