[ Edição Nº 105] – EM VERDADE VOS DIGO… por Mendes Ferreira.

0

          Estou a escrever estas linhas na expectativa de não ser lido por ninguém, e tudo isto por causa do BUG.

O BUG é uma espécie de bichinho da fruta, que dá no Milénio.

Como resultado disto, o BUG provoca uma doença de Alzheimer nos computadores, de modo que estes deixam de saber quem são, onde estão e deixam de saber o que quer que seja, misturando tudo apesar do seu ar normal. Tal e qual certas pessoas…

Assim nem sequer conhecem o dono nem a mão que lhes dá de comer.

O BUG é então uma coisa muito má, segundo asseguram os especialistas. E a tradição diz-nos que quem fala nos problemas é porque sabe! Conhece-os bem; muito bem. É um especialista!!

Então eu agora que também já sou um especialista em BUG, posso anunciar as minhas Teorias.

Ora eu julgo que há milhões de anos foi por causa de uma maluqueira destas dos computadores da altura, que houve um dinossaurobug.

Os dinossauros de Leste não gramavam os de Oeste e vice-versa. Atiravam coisas uns aos outros; coisas só para assustar, mas um dia os computadores perderam a memória e o controle e fizeram asneira.

Um enorme asteróide chamado atomicoasteróide caiu no Golfo do México e foi o fim dos gajos todos.

E depois de milhões de anos apareceram novas espécies, inclusive, sem ninguém saber porquê, também a nossa.

Agora eu como especialista na matéria posso afirmar que se este BUG sempre for avante, a próxima espécie dominante serão os toiros.

E não será despiciendo pensar que na passagem de um Milénio qualquer, noutros tempos vindouros a atenção será dominada pela grande discussão pública entre os toiros chamados civilizados:

“Haverá ou não Homens de morte em Barrancos?”