[ Edição Nº 106]

0

Edição Nº 10610/01/2000

   Ano 2.000, o fim do século e do milénio

António Matos Fortuna, historiador, em entrevista ao “Setúbal na Rede”, lança um olhar ao milénio e mostra apreensão em relação ao futuro:
Esta península entre o Tejo e o Sado está toda ela descaracterizada e cada vez mais igual em quase tudo.”

risca-9494204

“Setúbal na Rede” comemora dois anos e edita livro de Fernando
Cameira.
Verdes querem conhecer processo do incinerador de Alcochete.
Governo vai investir milhões na recuperação do litoral alentejano.

risca-9494204

MEMÓRIAS DA REVOLUÇÃO 25 anos depoisA 14 de Janeiro de 1975 realizou-se, em Lisboa, uma manifestação de apoio à unicidade sindical.

Manuel Guerreiro, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, foi um dos dinamizadores dessa luta e recorda esses acontecimentos, 25 anos depois, em entrevista ao “Setúbal na Rede”:
Com todos os perigos da recente democracia ser revertida noutra ditadura o que se pretendeu foi salvaguardar a unidade dos trabalhadores portugueses.

risca-9494204

José Maria Dias, director do Fontenova Teatro Estúdio, assina uma crónica de opinião sobre a “figura do século”:
“Foi surpresa, porque pensei que a mentalidade e a formação cultural dos portugueses tinha melhorado no ultimo quarto de século.” 

Distrito de Setúbal foi o mais beneficiado nos subsidios de apoio às pescas.
Comunidade portuária de Setúbal faz balanço positivo de 1999.
Administração de Saúde dá garantias aos utentes apesar das reorganizações nos hospitais de Alhos Vedros e Palmela.

risca-9494204
Aumentos nas tarifas das urbanas separa as forças na câmara de Setúbal.
Obras no cine-teatro do Montijo atrasadas por questões de acústica.
CRÓNICAS DA BEIRA-MAR
Crónica de opinião assinada por
Raúl Oliveira:
Propagandeia-se apoio (verbal) aos trabalhadores e na volta aceita-se “facilitar” a vida aos construtores.” 
risca-9494204

“O Diário de Lina” – parte II
Folhetim trágico-amoroso, revelando os desamores e desilusões de uma jovem que ansiava tornar-se  mulher, dentro das conformidades notariais e dos preliminares paroquialmente recomendados:
“Ah, os homens, os homens! Sempre prontos a dar a estocada, esquecem tudo quando vêm um par de pernas boas como as minhas.”

risca-9494204