[ Dia 06-03-2001 ] – Turismo 'disparou' no distrito.

0

Turismo ‘disparou’ no distrito

Em 2000, o sector hoteleiro do distrito de Setúbal verificou um total de 786.719 dormidas, contra as 681.235 ocorridas durante o ano de 1999. Os números foram avançados pelo presidente da Região de Turismo da Costa Azul (RTS), Eufrázio Filipe que se mostra satisfeito com este avanço, pois considera-o o resultado das acções de promoção deste destino turístico ao longo dos últimos anos.

O aumento do número de dormidas no sector hoteleiro do distrito de Setúbal, em quase 200 mil, relativamente ao ano de 1999, é interpretado pelo presidente da RTS como “o resultado do investimento feito na região”. Ou seja, para este responsável, trata-se da prova de que “investir na promoção não significa uma despesa mas sim um investimento”. Até porque para Eufrázio Filipe não basta fazer bem, “pois é preciso vender o produto”.

E é essa promoção que, no entender do responsável pelo turismo dos 13 concelhos do distrito, a RTS e as autarquia têm conseguido fazer ao longo dos últimos anos, nomeadamente em iniciativas relacionadas com a divulgação dos produtos turísticos e das capacidades endógenas, entre as quais está a componente ambiental.

Considerando que esta é uma das melhores formas de defender o distrito, “protegendo-o dos grandes elefantes brancos” – numa alusão clara à chamada tendência para a mono-indústria ligada ao sector da montagem automóvel – Eufrázio Filipe avançou com mais um ‘pacote’ de incentivos à promoção regional, ao nível do turismo.

Assim, a RTS prepara-se para realizar no dia 12 de Março, um encontro/debate sobre o ambiente, o turismo e a qualidade de vida, e para a realização do qual espera a participação de todos os agentes de desenvolvimento social e económico da região. Ainda no âmbito do esforço desenvolvido por esta entidade na tentativa de promover o distrito, serão realizados ao longo deste ano e por 13 semanas consecutivas, os chamados fins de semana gastronómicos. Trata-se de um certame com a presença da gastronomia tradicional de cada um dos 13 concelhos, que ainda não tem data marcada e já conta com a inscrição de 79 restaurantes e 160 ementas de cariz regional.