[ Dia 10-12-2001 ] – Amora soma 10 jogos consecutivos sem perder.

0

Amora soma 10 jogos consecutivos sem perder

Local: Estádio da Medideira, na Amora (500 espectadores)

Árbitro: João Roque (Portalegre)

Amora Futebol Clube: Rufino, Torres, Madeira, Valter, Amadeu (cap.), Briguel, Baroty, Marco, Alex, Rebocho e Njó.

Treinador: José Carvalho

Jogaram ainda: Santiago entrou para o lugar de Briguel aos 28 minutos e aos 74 Málá substituiu Njó..

Olhanense : Ivo, José Fernando, Ricardo Jorge, Mário Artur, Duarte, Jorge Matos, José Luís, Paulinho, Luís Barreiros, José Maria (cap.) e Catarino.

Treinador: Pitico

Jogaram ainda: Aos 62 minutos, Lameiras e Lucas substituíram Duarte e Luís Barreiros, respectivamente.

Golos

1-0, por Santiago (37’): O avançado do Amora recebeu uma bola de costas para a baliza, rodou e rematou fora do alcance do guarda-redes Ivo.

2-0, por Santiago (49’): Persistente, o ponta-de-lança amorense roubou a bola a um defesa adversário, correu para a baliza e após fintar Ivo, rematou de ângulo difícil para o segundo golo do jogo.

3-0, por Baroty (75’): Na sequência de um livre, a confusão instalou-se na grande área do Olhanense. O médio do Amora aproveitou um ressalto e rematou para o fundo da baliza.

O Amora recebeu e venceu, no Estádio da Medideira, o Olhanense, por 3-0, naquele que foi o 10º jogo consecutivo da equipa amorense sem perder. Entre empates e vitórias, o conjunto orientado por José Carvalho está a fazer um surpreendente campeonato, ocupando o 5º lugar da Zona Sul da II Divisão B, após 13 jornadas, a apenas sete pontos do primeiro classificado (Camacha).

Satisfeito com a exibição da semana passada frente ao Operário, o treinador José Carvalho apostou no mesmo onze inicial. Mas aos 28 minutos, uma lesão de Briguel obrigou o técnico a mexer na equipa. Sem receio, José Carvalho arriscou e lançou o avançado Santiago em campo. Apesar de forçada, a alteração não podia ter sido mais benéfica para o Amora.

Nove minutos depois de ter entrado, Santiago recebeu a bola de costas para a baliza, rodopiou e rematou forte para o fundo da baliza de Ivo. O golo fez com que a equipa amorense chegasse ao intervalo a vencer por 1-0, um resultado que logo no reinicio foi dilatado. E, de novo, por Santiago, que tem ficado no banco de suplentes desde a chegada de Njó. O avançado do Amora roubou a bola a um defesa adversário, fugiu para a baliza, fintou Ivo e de ângulo difícil fez o 2-0. Com este golo, Santiago igualou Alex como melhor marcador do Amora, ambos com cinco golos até ao momento.

Coincidência ou não, as substituições de José Carvalho voltariam a dar frutos aos 75 minutos. O treinador amorense tinha acabado de lançar Málá para o lugar de Njó e, quando na marcação de um livre toda a defesa do Olhanense se preocupou com o recém-entrado, Baroty aproveitou o ressalto e bateu Ivo pela terceira vez.

A vitória sobre a equipa de Olhão deixou José Carvalho “muito satisfeito” e consolidou a excelente temporada do Amora, que se mantém isolado no 5º lugar do campeonato, com 21 pontos.

 Uma caminhada triunfal que o conjunto amorense quer “prolongar ao máximo”, algo que, porém, não será fácil já na próxima jornada, marcada para 16 de Dezembro (domingo). É que o Amora vai deslocar-se ao Estádio D. Manuel de Mello para defrontar o Barreirense, muito motivado pelas duas recentes vitórias consecutivas.

Depois de ter derrotado o Benfica B (2-1) e neste fim-de-semana ter vencido no terreno do Marítimo B (2-0), com golos de Tamandaré (17’) e Monzelo (27’), a equipa do Barreiro tudo fará também para derrotar o Amora e manter esta tendência positiva. Com os seis pontos conquistados nas últimas duas jornadas, o Barreirense deu um pulo na classificação e está agora na 8ª posição, com 18 pontos.

Um dos clubes que o conjunto treinado de Rui Gorriz ultrapassou foi o Seixal, a única equipa do distrito que nesta jornada não ganhou. A formação seixalense deslocou-se a casa do Machico e foi derrotada por 1-0, caindo para a 12ª posição (15 pontos). Na próxima ronda, o Seixal recebe o Benfica B no Estádio do Bravo. seta-4048980