[ Dia 23-05-2002 ] – Desconvocada greve na Petrogal.

0

Desconvocada greve na Petrogal

Foi desconvocada a greve agendada para hoje pelo Sindicato dos Químicos do Sul, referente aos trabalhadores da Petrogal. Meia hora depois do início da greve, iniciada à meia-noite, os trabalhadores voltaram a laborar. Após uma maratona de contactos realizados no dia de ontem, e que se prolongaram durante a noite, empresa e sindicato chegaram finalmente a acordo. O sindicato será recebido amanhã por Ferreira do Amaral e António Mexia, que tomam posse hoje à frente dos destinos da GALP Energia, como nova administração. Na reunião marcada para amanhã estarão em cima da mesa, o não pagamento de prémios de produtividade por parte da empresa, a situação da mesma a curto e médio prazo, que politica que será seguida pelo governo quanto ao sector energético, assim como as alterações de fundo que terão de ser colocadas em prática. Em discussão estará ainda toda a situação social da empresa e a reestruturação da segurança, matérias reivindicadas há já algum tempo pelos trabalhadores, e que tinham já sido entregues à empresa no início do mês num caderno reivindicativo.

 José Rosado, dirigente sindical do Sindicato do Químicos do Sul, diz que “foi dado o primeiro passo para a resolução destes problemas que se têm vindo a arrastar”. Segundo o mesmo, certa está a resolução do pagamento dos prémios em atraso referentes ao ano de 2001 e um desconto feito a 90 trabalhadores na sequência de uma greve realizada no ano 2000, tendo a empresa assumido o pagamento desse dinheiro.

O sindicalista refere que se inicia no dia 29 de Maio, com o princípio das negociações e com a assinatura de um protocolo onde estará presente toda a matéria negocial que ficou em atraso e também referente a este ano, um virar de página na Petrogal.

O sindicato e os trabalhadores vão dar “o benefício da dúvida” à empresa esperando uma nova condução da mesma, mais dialogo e negociação. É que como promete o sindicato se assim não for, terão pela frente a oposição de trabalhadores e sindicato.

seta-6898259