[ Dia 19-08-2004 ] – Pedro Tochas anima Festa do Teatro

0
Rate this post

Pedro Tochas anima Festa do Teatro

Depois de um ano de interregno, originado pela “falta de dinheiro”, a Festa do Teatro volta a Setúbal. A Câmara Municipal de Setúbal contribuiu com 15 mil euros o que “possibilitou a realização de um evento que recupera espectadores para a arte teatral”. Pedro Tochas fecha a festa e “é o grande investimento do Teatro Estúdio Fontenova” (TEF), companhia que organiza o evento. O encenador do TEF, José Maria Dias, acredita que, este ano, “o número de espectadores vai aumentar”. 

O objectivo é trazer a Setúbal “espectadores de várias estéticas e géneros”. Ou seja, a companhia “pretende enriquecer a cultura da cidade”. “É preciso trazer novos públicos a uma arte milenar como o teatro”, reforça o encenador. Por isso, criaram um programa “eclético” que vai desde a ‘stand-up comedy’, com Pedro Tochas, a espectáculos mais eruditos, “como o que vai ser apresentado pelo Teatro dos Alóes”. O teatro de rua também vai estar presente com a peça “O mestre dos aldrabões”, do Teatro ao Largo.

O grande investimento deste ano “é de facto em Pedro Tochas”. O orçamento geral “cifra-se em 20 mil euros”, mas a Câmara Municipal de Setúbal contribui com 15 mil euros. Se não fosse o apoio da câmara, “não era possível realizar este festival, como aconteceu no ano passado”. A companhia concorreu ao apoio do Instituto das Artes (IA) e viu o seu projecto obter o 30.º lugar no ranking. Contudo, o IA “só tem capacidade financeira para apoiar 25 projectos”, o que “deixou o TEF de fora”.

Com mais dinheiro “era possível dar uma outra dimensão a este festival” e “trazer até espectáculos internacionais”. Mesmo assim, a Festa do Teatro “tem muita dignidade”, sublinha José Maria Dias. Baseado nos números das edições anteriores, o Fontenova espera “pelo menos 3500 espectadores”. José Maria Dias tem esperança de que o número aumente, “apesar da baixa apetência do público por este tipo de eventos”.

Nesta 6.ª edição, que decorre entre 21 de Agosto e 5 de Setembro, os setubalenses podem assistir à estreia da peça “A Audição” criada pelo Teatro Estúdio Fontenova. O exercício da Oficina do Teatro, que começou no dia 26 de Julho, também “quer surpreender o público”. Durante um mês, os alunos completaram todo o ciclo relacionado com o teatro. Costuraram o guarda-roupa, idealizam o cenário, elaboram o texto e interpretaram-no. Agora, o público vai assistir ao produto gerado, a peça Albérico Ponto Final.

Trata-se de um texto “inédito” compilado pelo aluno Ângelo Fernandes e “sugere uma comédia de costumes”. A personagem principal “é um ser maltratado pela vida, sem sorte ou grandes expectativas”. Contudo, é um texto “muito divertido, com ideias originais que vai agradar ao público”. As “novidades” deste ano são a presença de três exposições fotográficas e a realização de uma mini-feira do livro relacionado com o teatro. seta-3523487